terça-feira, 7 de agosto de 2012

Desempenho pífio


Brasil tem desempenho pífio e desaba em ranking de Inovação 

Um levantamento da Organização Mundial de Propriedade Intelectual/ Instituto Insead constata que o país - apesar do forte discurso em torno da Inovação no Governo Dilma Rousseff - ainda não conseguiu implementar ações práticas que melhorem o seu desempenho globalmente. 

O estudo apura que o Brasil despencou no ranking mundial - perdeu nove posições em relação a 2011 - e não consegue ser líder nem na América Latina, onde é superado na América Latina pelo Chile. Hoje está na 58ª posição, atrás de países como África do Sul, Sérvia e Romênia, além de todos os outros países do Brics. 

Divulgado pelo jornal O Estado de São Paulo, nesta terça-feira, 03/07, o levantamento mostra ainda que com apenas 14% de suas exportações com valor agregado de alta tecnologia, o Brasil figura na 49ª posição no rankiing. É superado por países como Tunísia, Indonésia e Casaquistão. 

Na área de patentes, o mau desempenho brasileiro também é evidenciado. Segundo o estudo, o país contribui com menos de 5% das patentes registradas. O levantamento destaca que os principais entraves do Brasil são a qualidade do ensino superior e as condições para investir em Ciência.As três primeiras posições do ranking são ocupadas pela Suiça, Suécia e Singapura. 

Ao analisar a posição brasileira, os responsáveis pelo estudo advertem. "É particularmente preocupante a posição do Brasil no que se refere ao ambiente para negócios - 127ª posição de 141 países analisados - a educação superior ( 115º), condições de crédito e comércio ( 108º)".

*Fonte: O Estado de São Paulo